carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

3 de junho de 2021

ASCOM SEMUSA

Ji-Paraná quebra recorde e vacina mais de 3 mil pessoas em um dia

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), quebrou mais um recorde na campanha de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19). Somente nesta quarta-feira (2), mais de 3 mil pessoas foram vacinadas contra a doença.

A campanha foi realizada com o drive-thru, no antigo Posto Vitória 1, e com a vacinação por agendamento nas escolas Gonçalves Dias, no primeiro distrito, e Ruth Rocha, no segundo.

Inicialmente, a vacinação era destinada às pessoas com comorbidades previstas no Plano Nacional de Imunização (PNI), idosos com mais de 60 anos e deficientes permanentes graves, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Durante o drive-thru, com a diminuição na procura pela vacina, o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB), autorizou a imunização de profissionais da educação da rede pública e privada.

“Esse já seria o próximo público a ser imunizado, conforme preconiza o PNI. Com a baixa procura, fomos autorizados a liberar a vacinação aos educadores”, explicou Alinny Rezende Santos Ferreira, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde da Semusa.

Com a mudança no grupo, a Divisão de Imunização da Semusa alcançou o número de 3.041 pessoas vacinadas com a primeira dose. “A determinação do prefeito Isaú é clara. Temos que utilizar todas as doses que recebemos. E é por isso que conseguimos superar a marca de mais de 3 mil doses em um único dia”, comemorou Ivo da Silva, titular da Semusa.

Com isso, o município se aproxima da marca de 25 mil pessoas que já receberam a primeira dose de uma das vacinas disponíveis, o que representa mais de 19% da população de Ji-Paraná,  segundo a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“O site do Ministério da Saúde apresenta dados que não representam a realidade de Ji-Paraná. Na plataforma Localiza SUS, Ji-Paraná aparece com pouco mais de 7 mil doses aplicadas, quando na verdade estamos com cerca de 25 mil primeiras doses aplicadas”, detalhou Simone da Silva Fernandes, diretora da Divisão de Imunização da Semusa.