carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

29 de dezembro de 2021

ASCOM GABINETE SEMOSP

Semosp atuou em 16 frentes de serviço diferentes

Mais de 32 km de vias foram recapeadas em 2021

A Prefeitura de Ji-Paraná realizou um balanço das principais ações desenvolvidas ao longo de 2021. A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) conta com 16 frentes de serviço diferentes, atuando no perímetro urbano, zona rural e nos Distritos de Nova Colina e Nova Londrina.

“Tivemos um ano difícil, em que perdemos muitos amigos para essa terrível doença. Na administração pública, também foi um ano de grandes desafios, conseguir lidar com as dificuldades que essa pandemia nos impôs”, destacou o Prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).

A Semosp atuou em diversas frentes de trabalho, sendo uma das pastas mais participativas em 2021. O serviço vai desde a limpeza das ruas e meios-fios à construção de pontes e recapeamento das vias.

“A estratégia de trabalho da Semosp é dividida em equipes especializadas, o que vem se mostrando muito eficaz, uma vez que cada equipe é experiente naquilo que faz. Atualmente, a Secretaria de Obras conta com 16 equipes, com frentes de trabalho no perímetro urbano, zona rural e nos Distritos de Nova Colina e Nova Londrina”, analisou Cleber Littig Bruscke, titular da Semosp.

Foram mais de 30 quilômetros de vias recapeadas em 2021, com destaque para a rua Vitória Régia (Estrada do KM-4), com mais de quatro quilômetros de extensão; rua Cedro (T-23); rua Xapuri e para a rua Manoel Franco, onde os serviços foram concluídos na noite desta terça-feira (28).

A Semosp também realizou a recuperação em mais de 800 quilômetros de estradas vicinais sob responsabilidade do Município, além dos reparos e construções de pontes na zona rural de Ji-Paraná, muitas vezes com o trabalho sendo realizado em um único dia.

A pasta ainda realizou trabalhos como reparos e pintura dos prédios da Administração Municipal; reparos na rede de iluminação pública e a troca de lâmpadas antigas por luzes em LED; recolhimento de entulho; recuperação de bueiros; confecção e montagem dos enfeites de Natal, em parceria com a Fundação Cultural de Ji-Paraná (FCJP), e muitas outras frentes de trabalho.

Matéria: Marco Bernardi
Fotos: Arquivo Ascom