carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

19 de maio de 2022

AMT CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE

AMT trabalha na adequação do trânsito de Ji-Paraná

O fechamento do contorno visa evitar futuros transtornos

 

Para dar mais segurança ao trânsito da cidade, a Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMT), decidiu fechar um ponto de contorno da avenida 22 de Novembro, no cruzamento da rua Padre Adolfo Rohl, bairro Casa Preta, no 1º distrito. O local foi interditado com cavaletes e nele será construído um canteiro. A medida é para evitar acidentes.

Com o fechamento, a opção será a entrada à direita, sentido ao templo sede da Igreja Assembleia de Deus ou contornar a rotatória na 22 de Novembro, no cruzamento com a avenida JK. Baseada em estudos técnicos, a alteração deve dar mais fluidez ao trânsito. Próximo ao local, será inaugurado uma nova unidade hospitalar de pronto-atendimento.

No início do mês, agentes da AMT instalaram canteiros, fechando espaços na avenida Marechal Rondon, bairro 2 de Abril, próximo ao Supermercado Irmãos Gonçalves e o Posto Vitória. Segundo autoridades de trânsito, os trechos eram usados por condutores para manobras irregulares, causando constantes acidentes.

Mesmo sendo necessária, a decisão vem sofrendo críticas isoladas. No entanto, o presidente da AMT, Oribe Júnior, reforçou a importância de respeitar a sinalização de trânsito e também as regras de circulação para evitar acidentes.

“Ji-Paraná tem hoje uma frota superior a 100 mil veículos e com a implantação dos cursos de medicina [em três faculdades], a expectativa é que ele aumente. Com isso, é necessário um plano de adequação no nosso trânsito”, justificou.