carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

9 de abril de 2022

ASCOM FCJP GABINETE

Presidente da FCJP discute restauração do Museu das Comunicações

Prédio foi tombado pelo Iphan e deve manter as características originais

O presidente da Fundação Cultural de Ji-Paraná (FCJP), Serginho Alquimia, se reuniu, na quinta-feira (17), com superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Rondônia (Iphan/RO), Augusto Figueiredo da Silva, para discutir pontos da restauração do Museu das Comunicações Marechal Rondon.

“Na reunião, em Porto Velho, tratamos da restauração do nosso museu e sobre regras que devem ser respeitadas durante esse processo”, afirmou Serginho Alquimia. Segundo ele, como se trata de um patrimônio tombado pelo Iphan, são estabelecidas normas para recuperação do prédio.

“Tratamos do que deve ser feito [no museu] e o prazo para conclusão da obra. Porque não se trata de uma reforma, mas de uma restauração. Tudo tem que estar 100% como o original. Esperamos entregar, o mais breve possível, à população de Ji-Paraná esse patrimônio histórico rondoniense”, garantiu o presidente da FCJP.

Serginho explicou que o Prefeito Isaú Fonseca determinou o término da obra e o retorno às atividades do museu. Por isso, acrescentou o presidente, todos os cuidados estão sendo tomados para que as regras determinadas pelo Iphan sejam respeitadas durante a restauração.

O Museu das Comunicações Marechal Rondon foi instalado no prédio em que funcionava um posto da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBTC), que permaneceu ativo até 1978. Antes, segundo historiadores, havia a Estação Telegráfica Presidente Pena, inaugurada em 14 de dezembro de 1914.

No dia 9 de maio de 1985, o museu foi inaugurado pelo governador Jorge Teixeira de Oliveira (1979-1985), em um dos últimos atos oficiais como chefe do Executivo Estadual.  Em 25 de novembro de 2015, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan aprovou o tombamento do prédio, colocando o imóvel sob a guarda do poder público. Com isso, o Museu das Comunicações deve manter as características arquitetônicas originais.