carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

17 de junho de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMED

Secretários escolares são capacitados para o Censo Escolar 2022

Formação instrui sobre preenchimento em plataforma do governo federal

Secretários escolares da Rede Municipal de Ensino de Ji-Paraná participaram, na quarta-feira (15), no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), de uma capacitação para a realização do Censo Escolar de 2022. Ele coleta dados da escola, professores e alunos que são utilizados por diversos órgãos da administração pública.

A capacitação é para o correto preenchimento dos dados requeridos no EducaCenso, plataforma online desenvolvida pelo governo federal por meio do Ministério da Educação (MEC) em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), secretarias educacionais de todos os municípios do Brasil e também instituições privadas.

A superintendente de Gestão Escolar (SGE) da Semed, Rosineide Marcolino, informou que nos dias 1° e 2 de junho servidores da SGE participaram de um treinamento do Censo Escolar, em Cacoal, promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e, hoje, estão repassando os conhecimentos para os secretários escolares.

“O nosso intuito é treiná-los para que realizem com perfeição o Censo Escolar, que é muito importante, pois é através dele que temos recursos para manter a Educação no exercício ano seguinte. Todos os repasses que vêm para a Educação, a base de cálculo é feita pelo Censo Escolar”, informou Rosineide Marcolino.

De acordo com Benta Marques, servidora da Gerência Escolar e Estatística da Semed, é pelo Censo Escolar que são coletados dados que indicarão o nível e a qualidade da escolarização brasileira.

“O Censo não é só contar alunos. São inseridos dados da unidade escolar, dos professores e dos alunos. As escolas preenchem os formulários, enviam para a Semed e nós conferimos tudo e depois enviamos para o MEC”, explicou Benta.

É por meio do Censo Escolar que o governo federal pode, por exemplo, propor melhorias, como políticas públicas para o transporte escolar, construção de novas escolas, valorização dos professores, entre outros.

De acordo com informações da gerente da Estatística, Gislaine Mota da Silva, o Censo Escolar 2022 foi aberto na última semana de maio e segue até o mês de agosto. A coleta de dados é feita em duas etapas.

Na primeira etapa, são requisitados dados das escolas, como o número de salas de aula, merenda e transporte. Em seguida, são exigidos dados dos estudantes, como nível socioeconômico, raça, sexo e nacionalidade.

A segunda etapa é realizada no início do ano seguinte, depois do término do ano letivo. Nele, são solicitadas às escolas informações sobre a situação e movimentação de cada aluno, como transferência, desistência, mudança de cidade e até falecimento, além das aprovações e reprovações de alunos.

“O Censo é importante para o município de diversas formas, uma delas, é que é por meio dele que são captados recursos federais. A gente coloca a quantidade de alunos que a escola tem para obter os recursos para o próximo ano. A formação é necessária porque sempre está mudando uma coisinha ou outra e a gente precisa se adaptar”, disse Rosane Oliveira Conceição, secretária da escola Moisés Umbelino Gomes.