carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

8 de fevereiro de 2022

ASCOM GABINETE SEMED

Semed promove a cerimônia de Abertura do Ano Letivo 2022 

Secretaria também iniciou a Jornada da Educação Municipal 

A cerimônia de Abertura do Ano Letivo 2022 da Rede Municipal de Ensino ocorreu na tarde desta segunda-feira (7), na sede da Primeira Igreja Batista (PIB) de Ji-Paraná. A cerimônia marcou tambéma abertura da Jornada da Educação Municipal, que traz como tema este ano “Inovação e desafios: ressignificando saberes”. A Jornada segue até a próxima sexta-feira (11) com palestras, rodas de conversas, oficinas e formações para todos os servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Músicos do Projeto Orquestra em Ação iniciaram a programação da abertura do ano letivo, com músicas e a execução do Hino Nacional. Em seguida, foram convidados para compor a mesa de honra o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca, o titular da Semed, Jeferson Barbosa, o presidente de Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP), Welinton Fonseca, os vereadores Elvis Gomes e Janethe de Almeida e o pastor Sérgio Kondack, além de outras autoridades ligadas à educação.

A cerimônia de Abertura do Ano Letivo 2022 foi encerrada com a palestra da psicóloga Valéria Scheidegger sobre “Saúde Emocional e Desenvolvimento de Competências Relacionais.

 

Investimentos em 2021

Foi apresentado, aos mais de oitocentos participantes do evento, parte do que foi investido na educação somente no ano de 2021, entre eles, a aquisição de 181 lousas digitais, 480 notebooks para professores que estão em sala de aula, 64 kits de laboratório de Ciências, 145 aparelhos de ar-condicionado de 12 a 60 mil Btus e mais de 3 mil m² de telhas para a cobertura de praticamente todas as escolas da Rede Municipal, totalizando mais de R$ 25 milhões.

A exemplo do ano passado, o presidente da CMJP aproveitou o ensejo para fazer pedidos ao Executivo Municipal em benefício dos trabalhadores em educação. Desta vez, o Vereador pediu aumento de salário para os servidores, aumento da comissão paga aos gestores escolares, um “auxílio tecnológico” para ajudar os professores nas despesas com internet, energia elétrica e manutenção dos notebooks que serão entregues ainda este mês para o trabalho em home office.

Durante o discurso, Isaú Fonseca lembrou que tudo o que foi pedido pelo presidente da Câmara e pelos demais vereadores, ligados à educação, ao Executivo, foi prontamente atendido, como a inclusão do adicional por tempo de serviço (Biênio) em Folha de Pagamento e sansão da Lei que possibilitou a negociação entre servidores e Poder Público, com relação ao pagamento do retroativo deste mesmo benefício, além do pagamento do rateio das sobras da subvinculação de 70% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

“Toda vez que a gente senta aqui o presidente pede alguma coisa para vocês. Eu sei que ele sempre pede o justo, o necessário, e dessa vez não está sendo diferente. Não vou prometer, porque se der minha palavra vou ter que cumprir, mas vamos, sim, fazer estudos de viabilidade sobre os valores tanto do auxílio tecnológico, quanto do reajuste salarial para atingir o piso proposto pelo Governo Federal. Faremos isso o mais rápido possível e logo teremos respostas para os servidores”, explicou o prefeito.

Matéria: Cristian Menezes

Fotos: Arquivo Ascom