carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

9 de abril de 2022

ASCOM GABINETE SEMED

Semed promove formação para professores de educação física

Além de noções básicas em karatê e judô, foram repassadas instruções de primeiros socorros durante a prática esportiva

 

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Núcleo de Educação Física (NEF) da Superintendência de Ensino, promoveu, quinta-feira (24), formação para professores de educação física voltada à unidade temática de lutas. Um policial militar, um professor da própria Rede Municipal de Ensino e um bombeiro militar mostraram, aos 23 participantes, noções básicas em karatê e judô, e também técnicas em primeiros-socorros durante a prática de atividades físicas.

De acordo com os coordenadores do NEF, Adriana Martinelli, Adejerlane de Barcelos e Antônio Albuquerque, a formação teve o objetivo de trabalhar com os professores de educação física a iniciação em luta. Modalidades de artes marciais como o judô e o karatê fazem parte do currículo escolar, sendo, inclusive, disputadas em jogos escolares. A formação teve oito horas de duração.

O Al. sargento da Polícia Militar, Wagner Silva Santos, foi o instrutor de karatê. Ele demonstrou aos professores técnicas básicas do Atemi (contato) como chutes, socos e defesas. O professor Joeser Alvares da Silva instruiu sobre iniciação em judô, desde técnicas de rolamento, passando por alguns golpes mais simples até algumas formas de imobilização.

“Essa formação foi muito importante para que os nossos professores pudessem ter essa noção de como ensinar luta na escola, uma vez que nem todos os professores de educação física possuem instrução nessa prática esportiva. Como esse objeto de conhecimento faz parte do currículo escolar, percebemos a necessidade de oferecer uma formação específica sobre o tema”, explicou Adriana Martinelli.

Além da iniciação em karatê e judô, os professores foram instruídos pelo sargento BM Eliel Garcia da Silva sobre técnicas em primeiros-socorros durante a prática e engasgamento em crianças de 4 a 12 anos de idade.

“É muito importante a promoção de formação continuada para os professores, visando aperfeiçoar os saberes necessários para enriquecer suas práticas pedagógicas e, assim, poder auxiliar nossos estudantes em seu desenvolvimento de forma integral”, garantiu Adejerlane de Barcelos.