carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

23 de maio de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMUSA

Semusa descarta caso suspeito de sarampo em Ji-Paraná

Cinco crianças estão aguardando os resultados de exames

 

Um caso suspeito de sarampo, em uma criança de 1 ano de idade, foi descartado pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). A Divisão de Vigilância Epidemiológica estava aguardando a liberação do exame realizado pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen-RO), que apontou negativo para a doença. Outras cinco crianças receberam atendimento médico e estão aguardando os resultados de exames.

Após cerca de quatro anos sem registros positivos da doença, Rondônia voltou a ter casos suspeitos de sarampo. O Lacen-RO detectou, inicialmente, cinco amostras suspeitas no estado, sendo três em Cabixi e outros dois casos em Porto Velho. Na capital, inclusive, um óbito suspeito está sob investigação.

A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) investiga todos os casos suspeitos. Ela busca informações sobre esquema vacinal, a ocorrência de viagens para áreas com circulação de sarampo e contatos com pessoas com suspeita da doença.

Em Ji-Paraná, mesmo com o descarte de suspeita realizado pela Lacen, a Semusa segue em alerta para possíveis casos de sarampo no município e trabalha com a intensificação da campanha de vacinação.

“Estamos em alerta e precisamos ressaltar que a vacinação está disponível em Ji-Paraná. Pedimos para que o público-alvo procure as salas de vacina e se protejam contra o sarampo, para evitarmos um possível surto em nosso município”, alertou Wanessa Oliveira e Silva, secretária da Semusa.

A Divisão de Imunização da Semusa está realizando campanha de vacinação contra sarampo, voltada para crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) e trabalhadores da Saúde que estão sendo convocados para receber a vacina, indiscriminadamente, independente da situação vacinal de cada um.