carregando...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

7 de junho de 2022

CCS - COORDENADORIA DE COMIUNICAÇÃO SOCIAL GABINETE SEMUSA

Semusa inicia quarta dose para pessoas com mais de 50 anos

Intervalo entre as vacinas deve ser de no mínimo quatro meses

Ji-Paraná iniciou, nesta semana, a aplicação da segunda dose de reforço (quarta dose) da vacina contra Covid-19, em adultos acima dos 50 anos de idade, com intervalo mínimo de quatro meses entre as vacinas.

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), segue a recomendação da nota técnica do Ministério da Saúde (MS), publicada no último sábado (4). Anteriormente, a quarta dose já estava disponível aos profissionais da Saúde e idosos com mais de 60.

A vacinação acontece nas dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) no perímetro urbano de Ji-Paraná, com atendimento de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h, e às sextas-feiras, das 8h às 13h.

Em Nova Londrina os atendimentos acontecem nas segundas e terças-feiras, das 8h às 12h. No Distrito de Nova Colina, a vacinação é realizada às quartas, também das 8h às 12h. Nos dois distritos, o atendimento é realizado na UBS local.

“Também realizamos ações pontuais, com a vacinação no shopping e em supermercados, além de ações itinerantes, como o ‘Proteção na Dose Certa’, buscando ampliar a cobertura vacinal da população”, explicou Cristiane Della Libera, diretora da Divisão de Imunização da Semusa.

Nos últimos dias, a Prefeitura de Ji-Paraná também havia iniciado a aplicação da dose de reforço (terceira dose) em adolescentes entre 12 e 17 anos, seguindo também a recomendação de quatro meses de intervalo entre as vacinas.

Atualmente, mais de 90% da população com 12 anos ou mais já recebeu a primeira dose das vacinas contra a Covid. A segunda dose foi aplicada em cerca de 80% dos moradores de Ji-Paraná e a dose de reforço (3ª dose) foi administrada em 30% dos ji-paranaenses.

“Estamos trabalhando para ampliar a cobertura vacinal de Ji-Paraná, especialmente das doses de reforço [3ª e 4ª doses]. Temos que lembrar que a vacina continua sendo nossa principal arma no combate à Covid”, ressaltou Wanessa Oliveira e Silva, secretária de Saúde de Ji-Paraná.